skip to Main Content

Contra-rótulos invisíveis.. Porquê??

Sempre fui grande adepto do moscatel roxo de Setúbal, sobretudo se tiver já uns bons anos. Ganha muita complexidade e uma grande riqueza aromática; resulta quase sempre mais subtil e fino que o moscatel de Setúbal. Este DSF Colecção Privada Superior 2007 provei-o ontem e confirmei que é um grande licoroso, a custar apenas €28. O que não gostei nada foi do contra-rótulo, pela simples razão que não se consegue ler. Mais vale não colocar nada, a colocar um texto com um contraste de cor que, simplesmente, impede a leitura. Está mais que visto que não se pode dar a última palavra aos designers. Isto não é suporto ser poesia, é suposto ser um texto informativo. E tem que ser legível, sem ter que ir buscar uma lupa. Já fiz esta conversa vezes sem conta a propósito de rótulos (como o rótulo preto com letras prestas!!!!) até contra rótulos que só meninos da primária, ainda com a vista perfeita (mas que não é suposto beberem álcool…) podem ler, como alguns vinhos da Sogrape, da quinta dos Carvalhais. Haja paciência.  (JPM)

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Back To Top
Search